Marcação de Consultas
(82) 2123-7001
Central de Atendimento (82) 2123-7000

Acesso Rápido

Notícias
30/05/2022

HMAR SE ENGAJA NO MAIO FURTA-COR

Psicologia Hospitalar aborda campanha de saúde mental materna

Psicólogas percorreram os setores do hospital disseminando informações da campanha

Durante o mês de maio, o setor de Psicologia Hospitalar do Hospital Memorial Arthur Ramos (HMAR) promoveu ações de conscientização sobre o Maio Furta-cor, campanha que visa sensibilizar a população para a causa da saúde mental materna. Esta campanha foi criada diante do alarmante crescimento dos casos de depressão, ansiedade e, infelizmente, suicídio entre as mães. Uma vez que, pouca ou nenhuma atenção tem sido dada aos fatores que contribuem parta o sofrimento mental das mulheres diante das inúmeras demandas da maternidade.

O Maio Furta-Cor se mostra como uma proposta de voltar o olhar e o cuidado para as mães, e por isso a escolha deste mês que inclui da data do Dia das Mães. Já a escolha pelo furta-cor se deu por ser uma tonalidade que se altera de acordo com a luz que recebe, não havendo uma cor absoluta para aquele que lança o olhar. No espectro da maternidade não é diferente, nele cabem todas as cores.

A equipe de Psicologia Hospitalar percorreu os setores de Internação Maternidade, Emergência Pediátrica, UTI's Neonatal, Neurológica e Geral, apresentando a campanha, levando uma fala reflexiva, questionando o papel materno, as crenças e os mitos que estruturam a nossa visão sobre a maternidade. “Somos todos profissionais de saúde, cada um com sua experiência de maternar ou ser maternado. Fomentar assuntos como esses pode mudar culturas, e ter um olhar engajado e cuidadoso para o maternar nos torna sensíveis aos mais diversos tons da maternidade. Maternidade precisa de luz, apoio e cuidado e a saúde mental materna importa!”, esclareceu a psicóloga Elizangela Estevam.

Este também foi momento um momento valioso para os profissionais do hospital. “O público neonatal exige um olhar clínico minucioso e constante, porém muitas vezes deixamos o acolhimento aos genitores e em especial às mães, como última medida. O exercício de me colocar no lugar da mãe, em todo processo de internação na UTI Neonatal, pra mim foi um despertar! As inseguranças, dores, culpa e pensamentos que essas mães carregam ao entregar seus filhos em nossas mãos em uma UTI, quando muitas delas nem tiveram o privilégio de pegar seu bebê no colo, me faz ter um olhar diferente e muito mais acolhedor e empático com elas. Cuidar da saúde mental materna é uma responsabilidade de todos nós e vamos fazer o possível para acolher essas mães com todo respeito, responsabilidade e amor aqui existe em nossa UTI Neonatal!, relatou Jhenyfer Cabral, enfermeira da UTI Neonatal.

 

Imprimir Imprimir Compartilhar Compartilhar

Informar WEB

Dica do especialista na Rádio Mix Maceió com o neurocirurgião Dr. Jacks Tenório

Dr. Gustavo de F. Ferreira
Diretor Técnico
CRM/AL 9400 | RQE 4983
Hospital Memorial Arthur Ramos  |  Rua Hugo Corrêa Paes, N º 253 - Gruta de Lourdes - Cep - 57052-827  |  (82) 2123-7000 / Marcação de consultas: 2123-7001